Google+ Gerenciamento de tempo para freelancers em ascensão | primaERP | BLOG


11 de nov de 2015

Gerenciamento de tempo para freelancers em ascensão




 "As pessoas pensam que a coisa mais difícil na vida de um freelancer é conseguir um trabalho. Na verdade, a coisa mais difícil é para recusá-lo" twittou Michelle Losekoot, guru tcheca de redes sociais. O tweet de 88 caracteres conseguiu resumir a essência do problema que cedo ou tarde a maioria dos empreendedores individuais no caminho certo para o sucesso terá que enfrentar. Tomados pela euforia de ver seu objetivo no caminho da realização, freelancers tendem a aceitar tudo o que lhes é oferecido. Eles desenvolvem a tendência a ver trabalho recusado como dinheiro perdido ignoram limites a respeito do que é realisticamente exedcutável. Será que isso lembra alguma coisa?

A questão é quanto do seu tempo vale a pena investir. A capacidade de organizar o tempo afeta diretamente a quanto dinheiro que você ganha com isso. Portanto, não é surpreendente que, em vez dos tradicionais 40 horas por semana, freelancers em ascensão muitas vezes trabalham mais. À primeira vista pode parecer que um colaborador tão dedicado é o sonho de qualquer contratante mas não é. Trabalhar além dos limites vai refletir sobre a sua qualidade de vida pessoal cedo ou tarde na qualidade do seu trabalho. Mais notoriamente, vai afetar a forma como lidam com prazos, o que pode ter um impacto negativo em sua reputação com os clientes, impressão que pode ser difícil de reverter. No entanto, é compreensível que tais escolhas sejam feitas. Muitas vezes eles vêm de um período inicial de dificuldades financeiras e poucas oportunidades. É natural que, uma vez que as chances comecem a aparecer, sintam que nada pode ser desperdiçado. Na verdade, a urgência pode ir além de apenas um sentimento e ter motivações graves, tais como dívidas, por exemplo. É por isso que é importante levar a gestão de tempo a sério.

Distinga trabalho e descanso


Se você gosta de seu trabalho e quer se sobressair no campo, é muito comum que as fronteiras entre trabalho e lazer se tornem incertas. Esse pode realmente ser o lugar ideal para estar. No entanto, entendemos que uma atividade agradável ainda pode ser parte do trabalho e deve ser contabilizada de acordo. Isso inclui aquelas tarefas como pesquisa ou a análise de dados. Pode-se definir um marco onde um termina e o outro começa. Por exemplo, para uma dada atividade, que o tempo de trabalho é aquele passado no computador. Por outro lado, é uma boa ideia identificar quando o tempo agradável deixou de ser trabalho. Por exemplo: uma reunião de negócios pode, em algum momento, tornar-se estritamente um evento social. Isto, é claro, depende inteiramente da natureza do trabalho e deve ser considerado individualmente.

Observe o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal


Oficinas de desenvolvimento pessoal muitas vezes empregam um determinado exercício que consiste em observar uma mesa comum, de quatro pernas. Cada perna simboliza uma de quatro áreas da vida: finanças, trabalho, saúde e relacionamentos. O comprimento de cada perna pode indicar o quão bem você está indo em cada área e onde você deve melhorar. A ideia é que você deve encurtar as pernas que longas demais e colocar esse excesso sob as mais curtas, a fim de dar estabilidade. Tenha em mente que você não quer só uma mesa estável mas uma que tenha pernas de um comprimento confortável. Este exercício mostra que, se falta de equilíbrio, não importa o quão longo e forte algumas pernas são, sem equilíbrio a mesa pode tombar.



Portanto, se as pernas da mesa, que simbolizam relacionamentos e saúde são suficientemente longo e fortes, você pode naturalmente tirar proveito disso e trabalhar no sentido de reforçar o financeiro e vice-versa. O importante é não se esquecer de verificar a estabilidade regularmente.
Este exercício refere-se a começar seu próprio negócio ou atividade como freelancer. Muitas vezes, é um esforço feito para prover melhor para si e sua família e ter mais tempo para se dedicar ao crescimento em diferentes áreas.

Aprenda o que te faz produtivo


Lembre-se de que não há uma diferença significativa entre estar ativo e ser eficiente. Você pode passar o dia inteiro andando em círculos e no final descobrir que não realizou muito. Pelo menos nada de relevante para movê-lo para seu objetivo. Quanto mais cedo você identificar tais situações, melhor. Você pode parar no meio de um dia agitado e avaliar se o que você tem feito vai na direção certa. Pense em como você está usando seu tempo, se tem empregado de maneira eficaz ou não. Uma ferramenta de controle de tempo pode ajudar com isso.

Aprenda a dizer não


Um dos segredos de executivos bem sucedidos é que conseguem estimar, com certa precisão, o tempo necessário para cumprir tarefas necessárias para alcançar um objetivo. Se você está apenas começando e não sabe quanto tempo precisa para concluir um novo projeto, você só pode adivinhar e multiplicar essa estimativa por, pelo menos, por dois. Mesmo que tudo corra bem, lembre-se de que o cliente pode ter uma visão diferente e não gostar do mesmo que você. O projeto pode acabar envolvendo muito mais do que você esperava. Você não deve aceitar mais do que um projeto grande em simultaneamente baseando-se simplesmente na suposição de que tudo vai correr bem. Não se trata de ser pessimista mas de compreender o estágio em que se está no tocante à experiência. No início é importante dar espaço para o projeto crescer e se desenvolver, se necessário. Aqui vem a parte mais difícil: Aprenda a recusar projetos e a estimar o tempo de conclusão. Mais uma vez o time tracking se faz válido.

Lembre-se de recusar um trabalho pode ter outros motivadores além de tempo. Pode envolver outros motivos como um custo material que não valha a pena ou aspectos da relação com o cliente, por exemplo. Utilizar seu tempo em um projeto que não male a pena pode gerar um resultado insatisfatório e custar oportunidades que poderiam ser gratificantes e recompensadoras.

Mantenha sua palavra consigo mesmo e com os outros


Isso significa fazer planos realistas e coerentes com sua promessa. Se você for descansar do trabalho, deixe seu material de negócios por trás. Se você se comprometeu com um prazo, certifique-se de que o acordo seja cumprido, mesmo que precise contratar ajuda. É melhor compartilhar seus lucros uma vez do que não ter nada para compartilhar no futuro. Considere a possibilidade de contratar ajuda. Mesmo trabalhando como freelancer pode ser uma jogada inteligente. Pode funcionar bem e, além disso, abrir a possibilidade de trabalhar no projeto de outra pessoa no futuro. Construir uma rede e criar confiança é fundamental para um negócio bem sucedido (para toda a vida, aliás).
Você tem outras dicas para a gestão do tempo? Como você começar? Estamos ansiosos para saber!

Nenhum comentário:

Postar um comentário