Google+ Como calcular o preço a cobrar por um projeto | primaERP | BLOG


25 de nov de 2015

Como calcular o preço a cobrar por um projeto



Uma estimativa precisa dos custos e do tempo para conclusão de um projeto são cruciais para assegurar de permanecer dentro dos limites de um orçamento. Um erro de cálculo pode levar a perdas financeiras e vir a tornar impossível realização plena de um projeto. Logo, é necessário dedicar especial atenção ao planejamento detalhado e tentar prever possíveis complicações ao longo do desenvolvimento. E como determinar um preço razoável e apropriado com base na qualidade e complexidade do trabalho a ser executado? Ou como estimar quanto tempo vai consumir? Aqui vão algumas dicas para resolver essas questões:

1. Revise o processo


Faça uma lista de tudo necessário para realizar o projeto. Essa lista pode compreender os mais variados elementos, tais como obtenção de licenças, definição ou alteração dos horários de trabalho ou coisas ainda mais simples, como preparação de equipamentos, organização de espaço de trabalho, etc. Se possível, peça a um colega com mais experiência em partes específicas do processo para ajudar e fornecer uma segunda opinião. Isso irá ajudar a garantir que você não deixe nada importante de fora.

2. Estime quanto tempo requer cada parte do processo


Se você já emprega algum tipo de sistema de time tracking para registrar o tempo dedicado a cada tarefa ou atividade, você pode usar as informações geradas previamente para fazer uma estimativa mais precisa de quanto tempo deve tomar cada passo. Se você ainda não utiliza um sistema como este, seria aconselhável implementar o quanto antes. Saber o tempo que normalmente custa para realizar certas atividades ou o custo de tempo de determinados projetos, permite ter uma ideia melhor de quanto tempo deve levar para desenvolver algo similar no futuro. Tenha em mente que o tempo de trabalho representa uma grande parte de qualquer orçamento.

Time Tracking primaERP

3. Estime os custos internos do trabalho


Este é o custo do seu tempo e o de seus colaboradores (se os tiver). Para determinar o valor de seu trabalho é preciso manter o equilíbrio entre o preço de mercado, os custos das empresas e do valor a ser levado a seus clientes. Comece por responder a si mesmo as seguintes perguntas:

  • Qual é o preço de mercado do trabalho a ser realizado na sua área de trabalho e na sua região?
  • Quanta experiência você tem? Não só na sua área de trabalho, mas também como freelancer ou proprietário de seu negócio. Ser bom naquilo que você faz é uma coisa, ser capaz de gerir o nosso negócio, cumprir prazos e ser considerado alguém de confiança para nossos clientes, é outra coisa muito importante.
  • Qual o preço por hora que você está disposto a aceitar para cobrir suas despesas e também se sentir confortável e bem remunerado? Quanto você está disposto a pagar a seus funcionários pelo trabalho a ser feito?

Use um sistema de controle de tempo para acompanhar os custos da sua equipe. Isto tornará possível identificar onde os custos de tempo estão indo além do planejado e, assim, tornar possível para evitar que as coisas fiquem fora de controle.

4. Calcule os custos do trabalho externo


Estes são os custos de contratações de terceiros que você precisa para executar tarefas especializadas, como no caso de um eletricista, um encanador ou um consultor. Para o seu cálculo para ser mais preciso, você pode pedir-lhes para lhe fornecer um orçamento com antecedência.

5. Custos materiais


Faça uma lista do material que você vai precisar para o projeto. Ele inclui desde coisas tão simples como cadeiras e mesas até coisas mais complexas e onerosas como a aquisição de servidores de maior capacidade ou a reengenharia de uma rede de computadores. Novamente, lembre-se que você pode verificar com alguns de seus colegas para se certificar de que não esqueceu nada.

6. Margem de erro


Uma vez estabelecido um preço aproximado, adicione um percentual extra para cobrir despesas inesperadas que podem vir a surgir durante o projeto. Esta margem pode ficar entre 10 e 30 por cento, dependendo do tipo de projeto e da indústria: quanto mais tempo leva o projeto maior o risco de ter algum tipo de custo adicional. É válido observar que algumas indústrias, como da construção civil, por exemplo, muitas vezes têm uma maior flutuação dos preços de materiais e pessoal.

7. Acompanhe o andamento de seus custos


Estabeleça um sistema para registrar e acompanhar os custos do projeto ao longo de sua realização. Você pode, por exemplo, pedir relatórios regulares de seus empreiteiros e inseri-los em uma planilha na qual você digita todos os seus custos.

É melhor cobrar por hora ou por projeto?


Se você é um consultor, designer ou qualquer outro tipo de trabalhador independente e se você tem uma pequena ou média empresa, certamente irá ser confrontado com a necessidade de determinar os custos e os preços do trabalho. No entanto, provavelmente também enfrenta uma outra questão importante sobre a qual publicamos um artigo que pode vir a interessar: Cobrar por hora ou por projeto?

Nenhum comentário:

Postar um comentário