Google+ Como definir taxas horárias precisas com o primaERP BILLING | primaERP | BLOG


23 de jan de 2015

Como definir taxas horárias precisas com o primaERP BILLING



No artigo anterior, descrevemos as melhores práticas para organizar o seu tempo para que ele possa ser registrado e avaliado com o menor esforço possível.

O módulo de faturamento do primaERP (primaERP BILLING) inclui preços detalhados, o que permite que definir regras para atribuir um preço para cada registro de tempo, quaisquer que sejam suas necessidades. Vejamos como!




1. Registro de tempo padrão

Imagine que seu cliente médio, a quem você quer faturar o trabalho prestado ao longo de um dado período. Qual preço por hora/taxa que você vai utilizar?

Todos os preços estão localizados na seção de mesmo nome do módulo de faturamento. Nela é possível adicionar sua nova taxa horária pelo botão "+ Preço por hora". Você precisa preencher outra coisa além do preço padrão por hora. A exceção será se você tiver registros de tempo antigos aos quais que deseje colocar de acordo com a nova taxa; nesse caso, use a opção "Recalcular preço".



Caso você utilize uma só taxa horária para tudo, é só isso - cada novo registro terá esta nova taxa. No caso sua situação seja um pouco mais complexa, continue lendo. Preços mais complexos geralmente decorrem de uma de duas abordagens básicas que podem, naturalmente, ser combinadas (ver # 2 e # 3).

2. Preço adaptado a seu negócio

Neste caso, os preços refletem principalmente seus custos e/ou a singularidade do serviço que presta. É a abordagem que torna preços mais simples e mais fáceis de trabalhar. Sua taxa horária é definida pelo tipo de serviço que você oferece a seus clientes - você pode ter um papel exigente do trabalho, que apenas algumas pessoas em sua empresa podem executar, algum trabalho de rotina que não pode atribuir a quase ninguém. Desta forma, a taxa horária pode representar o salário do empregado (também pode ser entendido como seu custo), e você cobrar seu cliente pela pessoa em si que está fazendo o trabalho (quanto mais exigente o trabalho, maior o salário, mais você vai faturar junto a seu cliente).

Você também pode atribuir um preço para suas atividades na mesma caixa de diálogo como visto acima - basta selecionar a atividade, digite o preço por hora e você está feito. O mesmo vale para a determinação da taxa horária para usuários individuais.


3. Preço equipado para seus clientes

Nas seções anteriores, definimos a taxa horária padrão para a sua conta primaERP e as taxas horárias específicas para suas atividades e usuários. No entanto, isso muitas vezes não é o suficiente. Você pode ter alguns antigos e leais clientes aos quais cobra preços mais baixos por hora, ou os novos, dos quais você precisa ganhar o seu interesse. Uma maneira de lidar com essas exceções é oferecer-lhes uma taxa horária introdutória, descontando ou o contrário para compensar o risco de início da cooperação. Nesta abordagem, você se baseia no tipo de relacionamento que tem com seus clientes.

Mesmo se tratando de um mesmo cliente, você pode escolher oferecer diferentes taxas horárias para um projeto, trabalhar com descontos de fidelidade entre outras variações.

Se você precisar de um esquema de faturamento ainda mais detalhado, pode também determinar o preço das tarefas individualmente. Isso pode ser útil geralmente em caso de projetos grandes. Basta ter cuidado para que as tarefas não sejam definidas de forma muito genérica. Se elas se aplicam à maioria de seus projetos, é melhor usar atividades para atribuir preço ao invés de tarefas, uma vez que estas não são específicas de cada projeto mas sim comuns a qualquer um deles.




Quando você combina tanto as abordagens da fixação de preços, seja cuidadoso. A regra geral de preços "mais específica é mais importante", considera o cliente (e, em seguida, projetos e tarefas) mais específico e, portanto, mais importante. Isso significa que, se você tiver duas taxas horárias distintas que podem se relacionar a um tempo recorde, apenas o definido pelo cliente / projecto / tarefa será aplicada, e não a um com atividades / usuários.

4. Combinação de parâmetros
Naturalmente, você pode combinar os preços da empresa e do cliente. É relativamente comum ter uma taxa horária geral para um serviço mas cobrar de formas diferentes, como no caso de um desconto para um cliente específico. Você também pode definir uma taxa horária para uma combinação de parâmetros como, por exemplo, uma combinação de um cliente X com uma determinada atividade Y. A taxa associada a essa combinação “Cliente X/Atividade Y” será usado toda vez que a combinação ocorre em um registro de tempo.




Descrição da imagem: o algoritmo geral de preços faz-se considerando os itens que atribuem preços de baixo para cima e checando se o seu registro de tempo corresponde aos itens preenchidos nos campos marcados na tabela. Se esse item ou a combinação é encontrada, a sua taxa horária será utilizada para precificar o registro do tempo.

Resumo

1) Crie sua conta com a estrutura que reflete o seu negócio, de acordo com o nosso artigo anterior.
2) Pense sobre a quem você precisa atribuir preço e com que taxas horárias. Você pode mesclar algumas dessas taxas?
3) Se você fatura o seu trabalho de acordo com os seus serviços ou empregados, definia as suas taxas horárias.
4) Observe seus clientes e atribua-lhes taxas horárias individuais, se necessário.
5) Pense no que resta: aquilo a que você atribui preço de maneira individual e aquilo cujo preço é baseado em vários parâmetros. Caso encontre algo, defina a taxa horária, de acordo com os parâmetros necessários.
6) Como sempre, não tem medo de fazer as coisas de forma simples. Você pode torna-lo mais complexo a qualquer momento, se necessário.

Encerramento

Agora já está tudo pronto. Simplesmente registre o seu tempo e o preço correto magicamente aparecerá sempre. No final, você pode desfrutar de seus relatórios e contas precisas que você pode, orgulhosamente e sem nenhum trabalho adicional, enviar para seus clientes.

A regra tornar as coisas o mais simples possível se aplica aqui ainda mais do que no artigo anterior. Se você não tem que criar a taxa horária específica para um cliente, não o faça. Não crie listas de preços desnecessariamente complexas. Seus clientes vão apreciar a simplicidade e, no final, você também.

PS: Para inspiração, recomendamos que o ótimo artigo, que Robert Vlach, da navolnenoze.cz gentilmente nos permitiu traduzir e publicar. Ele vai te ensinar como trabalhar o marketing com a suas taxas horária. Labemos que é bem longo mas vale a pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário