Google+ Boas festas - um conto de natal da sua equipe primaERP | primaERP | BLOG


19 de dez de 2014

Boas festas - um conto de natal da sua equipe primaERP



Nós da equipe primaERP gostaríamos de lhe desejar boas festas. Recomendamos que pare de se estressar com o que você ainda precisa fazer até o final do ano, não deixe que a caça irritante por presentes lhe derrube. Coloque os pés sobre a mesa, pegue algo para beber e relaxe com a nossa história sobre um empreendedor sem nome mas, de alguma forma, familiar. Leia abaixo.

Abri os olhos e vi uma figura alta de branco no canto da sala, emanando uma luz suave. "Você é aquele cuja visita foi anunciada?". "Sim", respondeu a imagem, e continuou. "Eu vou mostrar a você, o que você planejava fazer este ano; suas resoluções e a realidade." Antes que eu conseguisse responder de alguma forma, a parede embaixo dele brilhou como uma tela de cinema. A figura desapareceu na luz e foi substituída com a cena de mim e minha família rindo juntos. O chão tremeu por um momento, eu fechei os olhos. Quando eu os abri novamente, estava andando de bicicleta ao longo de campos verdes. Em seguida, caminhando em belas montanhas. As cenas começaram a variar mais e mais rápido. "Você se lembra, de tudo que planejava fazer?" perguntou o espírito. "Sim mas, você sabe, com esses novos investimentos, eu tive muito trabalho ..." "Sim, você teve." Disse me interrompendo. A imagem mudou novamente e me vi, sentado em minha mesa de trabalho, perdendo meu tempo em reuniões sem sentido e até mesmo quase caindo no sono ao volante durante viagens de negócios sem fim.

As imagens desaceleraram para mostrar uma pessoa dormindo no teclado em um escritório escuro, sozinho. "Esse é você, agora", disse o espírito, sem piedade, "e é isso que está acontecendo em outros lugares." A visão mudou da minha janela para as ruas, passando pelos rostos sorridentes do povo flanando pelas ruas da cidade decorada para o Natal. Finalmente eu vi minha própria casa. Meus filhos deitados no tapete, brincando com os blocos de construção, desfrutando de seu tempo, minha esposa rindo com alegria. Ela continuou sorrindo mesmo quando nossa filha mais nova perguntou quando é que o papai volta para casa. Só então percebi como ela realmente estava triste que, quando percebi o esforço de seus lábios para sorrir.


Percebi que o espírito estava prestes a ir em frente com história. A imagem começou a mudar na tela, mais uma vez, desta vez exibindo o futuro. Cenas das quais eu precisava ser avisado. O que aconteceria se eu continuasse usando meu tempo de forma imprudente. Qual foi exatamente a cena, eu não sei. Logo eu estava dirigindo para casa, indo para o investimento em uma vida. Eu estava indo para passar o tempo do Natal com os meus entes queridos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário