Google+ Estudo de caso: escola de idiomas hezkycesky.com | primaERP | BLOG


19 de nov de 2014

Estudo de caso: escola de idiomas hezkycesky.com

Queríamos saber como o primaERP tem impactado as pessoas e empresas desde o seu lançamento, há 2 anos. Pedimos a uma jovem empresária, Uljana, que começou seu negócio de escola de idiomas ao mesmo tempo que o primaERP apareceu no mercado, questões sobre como o aplicativo foi benéfico para ela e como ela o utiliza agora. Gostaríamos de partilhar a sua experiência, talvez possa trazer inspiração.

Fase 1 - Freelancer

Eu precisava saber quanto tempo estava gastando com o ensino em escolas de idiomas, traduções e interpretação.

Achei o primaERP e o aplicativo era de graça, então não tive medo de tentar. Comecei a registrar o meu tempo, incluindo até mesmo as tarefas menos importantes. Meus resultados foram surpreendentes.

Por exemplo, descobri que através do ensino de Russo a um colega, eu posso ganhar mais dinheiro do que com o ensino de Russo para Negócios em uma empresa, o que eu pensava ser mais rentável antes de usar o “time tracking”. O preço da aula de russo a um empreendedor de negócios é de 10 EUR. O preço para meu colega foi de apenas 5 EUR. Assim, num primeiro momento, não havia dúvidas. O tempo uma de aula é de 45 minutos e as lições levaram 90 minutos, então eu ganhei 20 EUR com o russo para negócios 10 EUR para ensinar a meu colega. No entanto, após um registro preciso da utilização do tempo, percebi que eu passei uma hora a mais me preparando para a lição de russo para negócios, e outras duas para viajar até o local. No final, isso me custou 4,5 horas do meu tempo. Por tudo isso, recebi apenas 3.33 EUR por hora.



Eu ensinei meus colegas de classe entre as minhas aulas da universidade e foi apenas o básico. Por isso, não foi necessário tempo para a preparação ou transporte. 



Ficou bastante óbvio que estas aulas são mais rentáveis, especialmente quando você tem poucos clientes. Quando você tem 10 clientes e, além disso, ensina em uma escola de idiomas, você pode perder a perspectiva geral muito facilmente.

Para mim foi mesmo muito bom poder simplesmente abrir meu relatório de projeto uma vez por semana e avaliar qual deles era mais benéfico. Por essa lógica, eu preferiria ensinar colegas ao invés de lecionar russo para negócios. No entanto, há também um benefício importante ensino de russo para negócios: ele me impulsiona e ajuda em minha carreira. No entanto, isso é algo que nenhum software pode te dizer. Apesar disso, o aplicativo me ajudou muito para definir minhas prioridades e cobrar preços adequados.

Fase 2 - Contratação de funcionários

Eu comecei a ter mais clientes do que eu poderia comportar. Precisava contratar mais professores e, com isso, o preço do trabalho passou a ser mais complicado. Nisso, o primaERP ajudou novamente. 

Convidei os professores a entrar na minha conta do primaERP e criei dois projetos principais – “aulas individuais” e “aulas em grupo”. Todos os professores tiveram a mesma taxa/preço por hora. Havia diferentes preços cobrados a cada cliente, dependendo da natureza do acordo, quantas lições que tiveram no passado, etc. As aulas individuais são normalmente faturadas retroativamente, então eu precisava de indícios precisos. Não termina na tarifa horária; havia geralmente alguns custos adicionais, tais como livros escolares ou despesas de viagem (você sabe: empresários, sempre ocupado, sempre em movimento), que os professores tinham pago de seus próprios bolsos e, em seguida, eram faturadas no final do mês.



Desta forma, o cliente tinha uma boa visão geral de suas lições e eu poderia faturar meu tempo precisamente e de acordo com o tempo utilizado.


Eu não posso dizer uma palavra ruim sobre o primaERP. Eu realmente amo seu design minimalista e eu estou ansiosa para ver mais recursos novos, incluindo a possibilidade de emitir notas fiscais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário